quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

"Há tanta coisa que quero dizer para você,mas não tenho certeza por onde devo começar.
Devo começar dizendo que te amo? Ou que os dias que passei com você foram, os mais felizes da minha vida?
Ou que, no curto espaço de tempo que nos conhecemos, passei a acreditar que fomos feitos um para o outro?
Poderia dizer todas essas coisas e tudo seria verdade, mas, enquanto releio essas palavras a única coisa que passa pela minha cabeça é que queria estar com você agora, segurando sua mão e olhando seu sorriso efusivo.
No futuro, sei que vou reviver o tempo que passamos juntos mil vezes.
Vou ouvir seu riso, ver seu rosto e sentir seus braços em torno de mim.
Vou sentir falta de tudo isso, mais do que você pode imaginar.
Você é um cavalheiro raro, John, eu estimo isso em você.
Todo o tempo em que estivemos juntos, você nunca me pressionou para dormir com você, e eu não posso dizer o quanto isso significa para mim.
Tornou o que temos ainda mais especial, e é assim que eu quero me lembrar para sempre do período que passamos juntos.
Como uma luz branca e pura, cuja contemplação é de tirar o fôlego.
Penso em você todos os dias e sei que, quando for te ver amanhã, dizer adeus será a coisa mais difícil que já fiz.
Parte de mim teme que chegue um momento no qual você não sinta mais o mesmo sentimento, que por algum motivo você esqueça do que nós compartilhamos, então é isso que eu quero fazer. Onde quer que você esteja e não importa o que esteja acontecendo em sua vida - quero que você a encontre no céu noturno.
Quero que você pense em mim, e na semana que partilhamos, porque, seja onde for, seja o que estiver acontecendo na minha vida, é exatamente isso o que eu vou fazer. Se não podemos estar juntos, pelo menos compartilhar isso, e talvez
entre nós, sejamos capazes de fazer isso durar para sempre.
Eu te amo, John Tyree, eu vou agarrar-me á promessa que uma vez você fez a mim.
Se você voltar, vou me casar com você.
Se você quebrar a sua promessa, vai partir meu coração!"

                                    
                   Querido John

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!Comentem sempre